quarta-feira, 6 de janeiro de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

«Brooklyn», de Colm Tóibín, nas livrarias a 15 de janeiro

Título: Brooklyn
Autor: Colm Tóibín
Género: Literatura / Romance
Tradutor: C. Santos
N.º de páginas: 256
Data de lançamento: 15 de janeiro de 2016

O livro que deu origem ao filme
Brooklyn, o filme a partir da obra homónima de Colm Tóibín, chega às salas de cinema portuguesas dia 14 de janeiro. Por ocasião da sua adaptação à sétima arte pelo realizador John Crowley e pelo guionista Nick Hornby, a Bertrand volta a disponibilizar nas livrarias este vencedor do prémio Costa Book (melhor romance) e finalista do Man Booker Prize.
Brooklyn tem sido apontado pela imprensa especializada como um forte candidato nas nomeações para os Óscares 2016. E Saoirse Ronan, que interpreta a protagonista Eilis Lacey, está inclusivamente nomeada para um Globo de Ouro na categoria de Melhor Atriz de Drama.
As críticas ao filme têm sido muito positivas, mas o livro, por altura do seu lançamento, também mereceu igual destaque, tendo sido agraciado com vários prémios literários. O jornal britânico The Guardian chegou a eleger Brooklyn como um dos «10 Melhores Romances Históricos». Aquando da publicação em Portugal, a receção a Brooklyn foi igualmente entusiasmada.
Brooklyn é uma história de partida e regresso, de amor e perda, de escolha entre a liberdade pessoal e o dever. Eilis é uma jovem irlandesa que à semelhança de muitas pessoas da sua geração, anos cinquenta, não consegue arranjar trabalho. Quando surge uma oportunidade na América, torna-se evidente que tem de partir. Jovem, sozinha e saudosa, Eilis começa uma nova vida em Brooklyn e a sua tristeza vai sendo gradualmente apaziguada. Quando notícias trágicas a obrigam a regressar à Irlanda, Eilis vê-se confrontada com uma escolha terrível entre o amor e a felicidade na terra a que pertence e as promessas que tem de manter na América.

«Colm Tóibín fez deste belo e discreto romance um hino à complexidade das vidas banais.» Expresso

Sobre o autor:
É autor de oito romances, incluindo O Testamento de Maria e Nora Webster.
Publicou também duas coleções de contos, uma delas, Mães e Filhos, disponível em português.
Foi três vezes finalista do Man Booker Prize e vencedor de inúmeros prémios literários, incluindo o Costa e o IMPAC.
Vive em Dublin.
http://www.colmtoibin.com/
«O talento de Cóibín está nos detalhes, e na sua capacidade para resistir à tentação de armadilhar o romance com surpresas que, no panorama atual da ficção, seriam mais óbvias do que a sua imperturbável plausibilidade.» Ípsilon
«Colm Tóibín criou uma obra-prima.» Sunday Times