segunda-feira, 21 de dezembro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

“Refugiado”, “terrorismo” e “acolhimento” lideram votação para PALAVRA DO ANO 2015

Desde o início do mês, cerca de 10.000 portugueses já participaram na eleição da PALAVRA DO ANO® 2015, votando a partir da lista de dez candidatas que se apresentam no site www.palavradoano.pt.
A dez dias do fim da eleição, há três palavras que se destacam: “refugiado”, “terrorismo” e “acolhimento”, seguidas por “esquerda”, “drone”, “plafonamento” e “bastão de selfie”. A fechar estão as palavras “festivaleiro”, “privatização” e “superalimento”.
Entretanto, está confirmada a realização da cerimónia de apresentação da PALAVRA DO ANO® 2015 no próximo dia 4 de janeiro de 2016, pelas 11:00, na Biblioteca Municipal José Saramago, em Loures. Nessa altura, será conhecida a palavra eleita pelos portugueses para suceder a "corrupção" (2014).
A PALAVRA DO ANO® é uma iniciativa com a marca registada da Porto Editora, agora na sua sétima edição, e tem como principal objetivo sublinhar a riqueza lexical e o dinamismo criativo da língua portuguesa, património vivo e precioso de todos os que nela se expressam, acentuando, assim, a importância das palavras e dos seus significados na produção individual e social dos sentidos com que vamos interpretando e construindo a própria vida.
A lista de palavras candidatas a PALAVRA DO ANO® é produto do trabalho permanente de observação e acompanhamento da realidade da língua portuguesa, levado a cabo pela Porto Editora, através da análise de frequência e distribuição de uso das palavras e do relevo que elas alcançam, tanto nos meios de comunicação e redes sociais como no registo de consultas online e mobile dos dicionários da Porto Editora, tendo também e consideração as sugestões dos portugueses através do site www.palavradoano.pt.