quinta-feira, 22 de outubro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

A 29 de outubro, a Porto Editora publica o novo romance de Isabel Allende, intitulado O amante japonês

Título: O amante japonês
Autora: Isabel Allende
Tradução: Ângela Barroqueiro
Págs.: 336
Capa: mole
PVP: 17,70 €

É para marcar na agenda: a 29 de outubro, a Porto Editora publica o novo romance de Isabel Allende, intitulado O amante japonês. A edição desta excelente obra promete ser um dos acontecimentos editoriais do ano, dado que a escritora chilena, de cujos livros já se venderam mais de 60 milhões de exemplares em todo o mundo, é também uma das mais lidas e acarinhadas em Portugal nas últimas três décadas.
Depois de ter publicado O caderno de Maya (2011), romance destinado a um público mais jovem do que o habitual, e O jogo de Ripper (2014), obra de cariz policial, Isabel Allende regressa, com O amante japonês, ao estilo que tantos leitores tem conquistado e relata de forma soberba uma história de amor que sobrevive às rugas do tempo e atravessa gerações e continentes.
Traduzida em 37 línguas, distinguida com mais de 50 prémios literários e 12 doutoramentos honoris causa, em inúmeros países, Isabel Allende tem também vários livros adaptados para peças de teatro, musicais, óperas, peças de ballet e programas de rádio. Com este romance, passam a ser 14 as obras da escritora chilena no catálogo da Porto Editora.

O enredo:
Em 1939, quando a Polónia capitula sob o jugo dos nazis, os pais da jovem Alma Belasco enviam-na para casa dos tios, uma opulenta mansão em São Francisco. Aí, Alma conhece Ichimei Fukuda, o filho do jardineiro japonês da casa. Entre os dois brota um romance ingénuo, mas os jovens amantes são forçados a separar-se quando, na sequência do ataque a Pearl Harbor, Ichimei e a família – como milhares de outros nipo-americanos – são declarados inimigos e enviados para campos de internamento. Alma e Ichimei voltarão a encontrar-se ao longo dos anos, mas o seu amor permanece condenado aos olhos do mundo.
Décadas mais tarde, Alma prepara-se para se despedir de uma vida emocionante. Instala-se na Lark House, um excêntrico lar de idosos, onde conhece Irina Bazili, uma jovem funcionária com um passado igualmente turbulento. Irina torna-se amiga do neto de Alma, Seth, e juntos irão descobrir a verdade sobre uma paixão extraordinária que perdurou por quase setenta anos.

Primeiras páginas aqui

Sobre a autora:
Isabel Allende nasceu em 1942 no Peru. Viveu no Chile entre 1945 e 1975, com largos períodos de residência noutros locais, na Venezuela até 1988 e, desde então, na Califórnia.
Começou por trabalhar como jornalista, no Chile e na Venezuela. Em 1982, o seu primeiro romance, A casa dos espíritos, converteu-se num dos títulos míticos da literatura latino-americana. Seguiram-se muitos outros, todos eles êxitos internacionais. A sua obra está traduzida em trinta e cinco línguas.
Em 2010, foi galardoada com o Prémio Nacional de Literatura do Chile.
Mais informações em:
www.isabelallende.com
www.facebook.com/isabelallende

Imprensa:
Ninguém conta histórias sobre mulheres fortes de um modo tão apaixonante como Isabel Allende. Cosmopolitan
A escrita de Isabel Allende é (…) criativa, divertida e convincente. As suas personagens são fascinantemente detalhadas e humanas. People