quinta-feira, 10 de setembro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Verso da História: Novidades de Setembro

Título: Menino da Mamã
Autor: Álvaro Magalhães
Ilustração: Carlos J. Campos
Temática: Ficção/Humor
Nr. de páginas: 144
PVP: 14.95 euros

Um retrato “politicamente incorreto” de Cristiano Ronaldo e da sua família.
Um livro que mistura humor e futebol, ficção e realidade, para nos contar a história do melhor jogador de futebol da atualidade.
Mourinho, Ferguson, Messi e Irina Shayk são algumas das personalidades cujos segredos na relação com o CR7 são revelados.
Com ilustrações humorísticas de Carlos J. Campos.
Menino da Mamã é um diário ficcionado (ou seja, ainda mais real) da mãe do melhor jogador do mundo. Ela revela-nos na primeira pessoa tudo o que nunca nos tinham dito e nós sempre quisemos saber sobre o melhor jogador do mundo, os seus rivais e as suas namoradas, ao mesmo tempo que lança luz sobre os mistérios mais persistentes do jogo.

Título: O Tibete de África
Autor: Margarida Paredes
Temática: Romance
Nr. de páginas: 136
PVP: 13.95 euros€

Um romance que cruza tempos e territórios: o Portugal asfixiado pelo Estado Novo, antes do 25 de Abril; a; Luanda nos anos 70; Lisboa moderna e sofisticada dos anos 90; e o Ruanda na altura da guerra civil.
A história explosiva de um triângulo amoroso vivido sob a sombra do passado e de um presente de risco, tensão e guerra.
Lisboa, anos 90. Ana Sousa é gestora de topo numa empresa de telecomunicações e está casada com Amândio, um homem mais velho que fugiu de Portugal «a salto» durante a ditadura. Nascida em Angola, Ana regressou a Portugal ainda criança,
na ponte aérea de 1975. Num país pequeno onde os «retornados» eram tratados com desprezo, Ana compreende desde cedo que está por sua conta e risco, e acaba por desenvolver
uma personalidade forte e ambiciosa.
A estabilidade de Ana é posta em causa quando Justino, um engenheiro angolano, integra a sua equipa e quando ela é destacada para liderar o investimento da sua empresa no Ruanda, país de grande beleza natural, conhecido como
«o Tibete de África».
É no Ruanda que Ana e Justino se encontram quando o presidente do país é assassinado e a guerra civil recomeça, dando início a um genocídio. Debaixo de fogo, o presente e o passado confundem-se e os fantasmas da infância de Ana ressurgem
na paixão que sente por Justino.

Título: O Adeus a Angola
Autor: Rogério Amorim
Temática: Romance
Nr. de páginas: 250
Preço: 14.95 euros€

Um relato comovente do amor por África.
Um depoimento perturbador sobre um dos períodos mais marcantes da nossa História – a Descolonização.
O 25 de Abril de 1974 o país mudou. Acabou a Ditadura. Chegou ao fim cinco séculos de Império colonial em África. O Portugal imenso – o que incluía Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe – desfez-se. E, juntamente com o Império, desfizeram-se também os sonhos de milhares de portugueses radicados nas ex-colónias, então forçados a regressar à Metrópole. O caso mais dramático foi o de Angola.
No verão de 1975 o pânico estava instalado entre os colonos. Era preciso fugir rapidamente daquele ambiente de quase guerra civil entre os três movimentos de libertação. Mas, por aqueles dias, sair de Angola, fosse de avião, de barco ou de carro, era uma verdadeira proeza.
Muitos não conseguiram lugar num dos aviões da Ponte Aérea e tentaram a sorte na Ponte Marítima, mas também nos navios e cargueiros estacionados nos portos de Lobito, Moçâmedes e Luanda não havia espaço para todos, nem comida nem condições sanitárias.
Houve, então, os que decidiram fugir por terra, arriscando a vida ao atravessar o rio Cunene e a Costa dos Esqueletos, uma das regiões mais inóspitas do planeta, para chegar a África do Sul. Um percurso de 800 quilómetros, sem estradas ou picadas, feito pela praia ou pelo deserto, sob temperaturas extremas e sem comida. É esta aventura, simultaneamente história de sobrevivência, que nos conta Rogério Amorim.