sexta-feira, 24 de julho de 2015

Viagem Literária vai até Castelo Branco

Depois de Bragança, Vila Real, Viseu e Guarda, a Viagem Literária segue para a quinta etapa e desce até à Beira Baixa. A paragem em Castelo Branco está marcada para dia 1 de agosto, às 21:30, no Cine-Teatro Avenida e promete, à semelhança das conversas anteriores, encher a casa à boleia de dois grandes autores internacionais: o angolano José Eduardo Agualusa e a escritora espanhola Rosa Montero.
A condução desta passagem por Castelo Branco está nas mãos, como sempre, do jornalista João Paulo Sacadura. Na bagagem estarão certamente temas da atualidade, os livros e a literatura, e também as viagens protagonizadas por estes dois escritores. Uma conversa de noventa minutos em que há ainda espaço para as questões da plateia e para as habituais sessões de autógrafos.

José Eduardo Agualusa nasceu na cidade do Huambo, em Angola, a 13 de dezembro de 1960. É jornalista. Viveu em Lisboa, Luanda, Rio de Janeiro e Berlim. É autor de vários livros, entre os quais A Conjura, vencedor do Prémio Revelação Sonangol, Nação Crioula (romance vencedor do Grande Prémio de Literatura RTP), Fronteiras Perdidas (Grande Prémio de Conto da APE), O Ano Que Zumbi Tomou o Rio, O Vendedor de Passados e o mais recente O Livro dos Camaleões.

Rosa Montero nasceu em Madrid em 1951 e estudou Jornalismo e Psicologia. Desde 1976 que colabora em exclusivo com o jornal El País, tendo obtido em 1980 o Prémio Nacional de Jornalismo e em 2005 o Prémio Rodríguez Santamaría de Jornalismo, como reconhecimento dos méritos de toda a sua carreira profissional. A sua vasta obra de romancista está traduzida nas mais diversas línguas, sendo considerada uma figura central da literatura espanhola contemporânea.

Depois da sessão com José Eduardo Agualusa e Rosa Montero, a Viagem Literária segue o seu percurso, descendo até Portalegre. Nesta sessão, marcada para 20 de setembro, marcam presença Teolinda Gersão e Valter Hugo Mãe.
Até setembro de 2016, esta iniciativa vai percorrer mais 11 capitais de distrito e as duas capitais das Regiões Autónomas, levando os escritores ao encontro dos seus leitores, contribuindo para a descentralização e democratização do acesso à cultura. Em cada cidade estarão à conversa dois escritores, com moderação do jornalista João Paulo Sacadura. Os espaços em que decorrerão as sessões serão, preferencialmente, os teatros municipais, por forma a permitir a participação de centenas de leitores, e os bilhetes serão gratuitos.
A “Viagem Literária” tem espaços próprios de contacto com o grande público: no site da Porto Editora, no Facebook e no Instagram.


Sem comentários: