sábado, 13 de junho de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidade Guerra e Paz: «Deus Natureza» chega às livrarias a 17 de Junho


Título: Deus Natureza
Autor: Jaime Ramos
N.º de Páginas: 128
PVP: 14,00 €
Género: Não Ficção/Contos
Nas livrarias a 17 de Junho
Guerra e Paz Editores

Sinopse:
Deus Natureza é um livro dedicado a valores civilizacionais ocidentais e humanistas. O autor, na qualidade de promo­tor social, tem vindo a criar um trivium dedicado à liberdade, igualdade e fraternidade. O trivium é composto pelo Parque Biológico, que representa a igualdade da vida, o Espaço da Mente, que representa a liberdade exigida pela inteligência, e o Templo Ecuménico, Universalista, que impõe a tolerância, o respeito pela diferença e a fraternidade com a Natureza.

Sobre o autor:
Cristão, republicano, social-democrata, médi­co. Autor do livro Não basta mudar as moscas, 2011. Defendeu uma mudança do regime e renovação do sistema democrático.

Fundador da Rádio Dueça e jornal Mi­rante, colaborou durante anos com Diário Coimbra e Jornal de Coimbra. Menos regu­larmente publicou em As Beiras, Campeão das Províncias, Diário de Noticias, Público, Jornal e Expresso.

Promotor social, criador da Fundação ADFP, Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional, instituição de so­lidariedade social, sem fins lucrativos, re­ferenciada a nível nacional como exemplo de inovação e boas práticas. Em 2010, foi escolhido como «Dirigente Social do Ano».

De 1974 até 1995, exerceu diversos car­gos políticos: deputado, vice-presidente do grupo parlamentar do PPD-PSD, governa­dor civil de Coimbra, presidente de Câmara Municipal. Foi presidente da Administra­ção Regional de Saúde do Centro e delega­do do Serviço de Profilaxia e Tratamento da Toxicodependência.

Como deputado foi autor de projectos de lei: criação de rádios locais, aborto, educa­ção sexual e planeamento familiar, preven­ção do tabagismo, preservação da camada de ozono...

Neste livro responde, em linguagem sim­ples, a interrogações teológicas e filosóficas da atualidade, assumindo uma visão multi­cultural, universalista.