quinta-feira, 28 de maio de 2015

O Outro Lado do Paraíso, de Paul Theroux, nas livrarias a 5 de junho

Título: O Outro Lado do Paraíso
Autor: Paul Theroux
Género: Romance
Tradução: Antonio Sabler
N.º de páginas: 376
Data de lançamento: 5 de junho
PVP: 18,80€

«Uma criação notável.» The New York Review of Books

Ellis Hock nunca acreditou que voltaria a África, à isolada aldeia em que fora tão feliz. Enquanto gere o seu antiquado negócio de pronto-a-vestir masculino, Ellis Hock sonha ainda com o seu paraíso africano, e os quatro anos que passou no Malawi com o Corpo de Paz, interrompido quando foi obrigado a regressar para tomar conta do negócio de família.
No entanto, quando a mulher o deixa, privando-o da casa de família e da filha, e exigindo partilhas, Ellis Hock percebe que não tem lugar para onde possa ir, a não ser a remota região de Lower River, onde poderá reencontrar momentos felizes.
Ao chegar à poeirenta aldeia, Hock descobre-a profundamente transformada: a escola que ele próprio construíra é agora uma ruína; a igreja e a clínica desapareceram; e a pobreza e apatia instalaram-se nas pessoas, que se lembram dele – do estrangeiro que tinha medo de cobras – e lhe dão as boas-vindas. Mas esta nova vida de Ellis Hock, este retorno, será uma evasão ou antes uma armadilha?
Alternando memória e desejo, esperança e desespero, salvação e condenação, este é um emocionante regresso a um terreno sobre o qual ninguém escreveu com tanto brilhantismo como Theroux.

Sobre o autor:
Paul Theroux nasceu em Medford, no Massachusetts, em 1941, filho de mãe italiana e pai canadiano de origem francesa. Frequentou a universidade no Maine e no Massachusetts (Amherst), mas foi o curso de escrita criativa que fez com o poeta Joseph Langland que o levou a descobrir que escrever era tudo o que queria fazer na vida. Viveu em Itália, onde foi leitor; no Malawi, onde também ensinou e esteve envolvido no golpe de Estado que tentou depor o então ditador Hastings Banda; no Uganda, onde conheceu a sua futura mulher e encontrou, pela primeira vez, V.S. Naipaul (que viria a ser seu grande amigo e mentor); e também em Singapura e em Inglaterra. Escreveu dezenas de romances (alguns adaptados ao cinema), ensaios e alguns dos melhores livros de viagens de sempre, como O Velho Expresso da Patagónia, O Grande Bazar Ferroviário ou Comboio-Fantasma para o Oriente, todos publicados pela Quetzal. Paul Theroux vive atualmente entre Cape Cod e o Havai.


Sem comentários: