terça-feira, 26 de maio de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

A Zona de Interesse, um dos mais polémicos romances das últimas décadas, nas livrarias a 5 de junho

Título: A Zona de Interesse
Autor: Martin Amis
Género: Romance
Tradução: José Vieira de Lima
N.º de páginas: 400
Data de lançamento: 5 de junho
PVP: 18,80€

Um dos mais polémicos romances das últimas décadas
«O romance, nos seus momentos mais inspirados, é um compêndio de epifanias, apartes estarrecedores, episódios pícaros, e História condensada de forma radical. Em cada página é revelado o horror, o medonho fedor da morte em massa, e desafiada a resistência da imaginação do leitor para acreditar no “interesse amoroso” de Thomsen por Hannah Doll.» Joyce Carol Oates, The New Yorker
«Tour de force do mais apurado virtuosismo verbal, um romance brilhante e magnificamente perturbador, inspirado em nada menos do que uma profunda curiosidade moral pelo ser humano. Assombroso.» Richard Ford
«Encarar a cabeça de Medusa de Auschwitz teve um efeito salutar na escrita de Amis – o rigor ético do tema libertou-a do superficial, do não-essencial.» The Guardian

O que acontece quando descobrimos quem verdadeiramente somos? E como é que lidamos com essa revelação? Poderosa e original, A Zona de Interesse é uma obscura história de amor que se desenrola num cenário do mais puro mal – o campo de extermínio de Auschwitz. E uma viagem às mais negras profundezas e contradições da alma humana.

Sobre o autor:
Martin Amis é um dos autores britânicos mais importantes da atualidade. Nasceu no País de Gales e é filho de Kingsley Amis.
A matéria-prima dos seus romances radica no absurdo da condição pós-moderna e nos excessos do capitalismo tardio das sociedades ocidentais; o seu inconfundível estilo é compulsivo e terrivelmente vívido.
Saul Bellow, Vladimir Nabokov e James Joyce são as suas grandes referências literárias. Por seu turno, influenciou uma nova geração de romancistas, como Will Self ou Zadie Smith.
Depois de A Viúva Grávida, Os Papéis de Rachel, O Segundo Avião, A Informação, Dinheiro e Lionel Asbo, a Quetzal dá continuidade à publicação das obras de Martin Amis com o seu romance mais recente.