quinta-feira, 7 de maio de 2015

A história verídica do judeu alemão que capturou o kommandant de Auschwitz, a 8 de maio nas livrarias

Título: Hanns e Rudolf
Autor:
Thomas Harding
Género: História / Literatura
Tradução: Joana Neves
N.º de páginas: 344
Data de lançamento: 8 de maio
PVP: 17,70€

«Um thriller incrível, um crime inenarrável e uma história essencial.» John Le Carré

Maio, 1945. No rescaldo da Segunda Guerra Mundial, a primeira  equipa britânica de investigação de crimes de guerra é reunida para caçar os oficiais nazis responsáveis pelas maiores atrocidades alguma vez vistas.
Um dos principais investigadores é o tenente Hanns Alexander, um judeu alemão que serve no Exército Britânico. Rudolf Höss é o seu alvo – como Kommandant de Auschwitz, não só foi o responsável pelo assassinato de mais de um milhão de pessoas, como também quem aperfeiçoou o programa de extermínio em massa idealizado por Hitler.
Hanns e Rudolf revela, pela primeira vez, a incrível história em redor da captura de Höss, um encontro que teve consequências até aos dias de hoje. Das campanhas no Médio Oriente da Primeira Guerra Mundial à Berlim boémia da década de 1920, passando pelo horror dos campos de concentração e aos julgamentos em Belsen e Nuremberga, este livro narra-nos a história de dois homens alemães – um judeu e um católico – cujas vidas divergiram e se intersectaram de um modo extraordinário.


Sobre o autor:
Thomas Harding é realizador e jornalista, tendo colaborado com o Financial Times e o Guardian, entre outras publicações. É cofundador de uma estação televisiva em Oxford e vive em Hampshire, Inglaterra.


Sem comentários: