quinta-feira, 26 de março de 2015

Porto Editora lamenta morte de Luís Miguel Rocha

É com profunda tristeza que a Porto Editora comunica que Luís
Miguel Rocha morreu esta manhã, vítima de cancro, doença contra
a qual lutou nos últimos oito meses.
O corpo estará em câmara ardente na Capela das Boas Novas, em
Mazarefes, Viana do Castelo, realizando-se o funeral amanhã,
sexta-feira, dia 27 de março, pelas 16:00, no mesmo local.
Luís Miguel Rocha afirmou-se como um dos mais conhecidos e
bem-sucedidos escritores portugueses da atualidade, estando
traduzido por todo o mundo. Privilegiando, nas suas narrativas, a
ação e o mistério, Luís Miguel Rocha construiu uma obra em que os
temas relacionados com a Igreja e o Vaticano eram centrais. Livros
como A Mentira Sagrada e A Filha do Papa tornaram-se bestsellers
em vários países. Em 2009, com O Último Papa, Luís Miguel Rocha
chegou à lista de livros mais vendidos do The New York Times.
À família enlutada, aos seus amigos e admiradores, e aos muitos
milhares de leitores que o seguiam manifestamos as nossas
condolências.

Sem comentários: