segunda-feira, 23 de março de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Lídia Jorge no Porto de Encontro

No próximo dia 28 de março, pelas 17:00, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto, o ciclo de conversas com escritores promovido pela Porto Editora tem como convidada a escritora Lídia Jorge. A sessão será conduzida pelo jornalista Sérgio Almeida e conta com a participação especial de Maria João  Reynaud e de Ana Celeste Ferreira.
Romancista e contista portuguesa, Lídia Jorge nasceu em 1946, no Algarve e viveu os anos mais conturbados da Guerra Colonial em África. É professora do ensino secundário e publica regularmente artigos na imprensa, tendo sido membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social. O tema da mulher e da sua solidão é uma preocupação central da obra de Lídia Jorge, como, por exemplo, em Notícia da Cidade Silvestre (1984) e A Costa dos Murmúrios (1988). O Dia dos Prodígios (1979), outro romance de relevo, encerra uma grande capacidade inventiva, retratando o marasmo e a desadaptação de uma pequena aldeia algarvia. O Vento Assobiando nas Gruas (2002) é mais um romance da autora e aborda a relação entre uma mulher branca com um homem africano e o seu comportamento perante uma sociedade de contrastes. Este seu livro venceu o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores em 2003. O Organista e Os Memoráveis, ambos editados em 2014, são as suas obras mais recentes.
Esta XXXIV edição do “Porto de Encontro” conta com a colaboração da Câmara Municipal do Porto e tem o apoio do Jornal de Notícias, Antena 1, Porto Canal, Livrarias Bertrand, Sociedade Portuguesa de Autores, da Porto Lazer, Porto Barros e Arcádia.