quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Novidades Gradiva para Janeiro

Título: Do Brasil: Fascínio e Miragem
Autor: Eduardo Lourenço
Coleção: «Obras de Eduardo Lourenço», n.º 22
N.º de Páginas:  276
PVP: €13,50

O Brasil, na sua unicidade, é plural. Assim é este novo livro, em que habita o ensaio, a carta, o diário, o discurso, a entrevista. E onde o autor percorre temas como a filosofia, o ensino, a literatura, o cinema, bem como as relações entre Brasil e Portugal. Os textos, parte deles inéditos, situados entre 1945 e 2012, acolhem uma visão conhecedora de quem pensa há várias décadas aquele imenso país que o mar juntou à história de Portugal. «Pensar o Brasil, a imensidão do seu espaço, permite pensar o ser português [...]», refere, no Prefácio, Maria de Lourdes Soares, organizadora deste volume. Quando fala dos outros, é também a nós que se refere. A colecção «Obras de Eduardo Lourenço», que a Gradiva tem vindo a editar em estreita colaboração com o autor, continuará a crescer este ano. Navegar pelo Brasil com este novo livro é, por certo, um bom início de viagem.

Título: Da Educação dos Príncipes
Uma proposta de projeto educativo para o ensino público português no século 21
Autor: António J. M. Mouzinho
Coleção: «Fora de Colecção», n.º 434
N.º de Páginas: 132
PVP:  €11,00

Aqui não entra o ensino privado, pois é de escola pública que o livro trata. Com 42 anos de experiência de ensino público, no 3.o ciclo do básico e secundário, o autor sabe do que fala quando se refere aos programas, às estruturas, aos professores e a quem manda. António Mouzinho não se prende às análises teóricas, nem à análise dos números. Além disso, este é um ensaio que vai além da crítica. Pretende ser um esboço de um sistema de ensino público. «Verá o Leitor como o próprio esboço acaba por conter a crítica, sem a maçada do panfleto.» Redigido num tom simples, trata‑se de um livro que apresenta uma proposta. Escreve‑a um professor para quem ensinar nunca deixou de ser interessante. E divertido.

Título: Françoise Dolto: A Desrazão Pura
Autor: Didier Pleux
Coleção: «Fora de Colecção», n.º 432
N.º de Páginas: 160 
PVP: €14,00

A voz da psicanalista Françoise Dolto continua a ter eco no mundo da educação. Preconizando a total autonomia da criança, a recusa da autoridade e o evitar das frustrações, as suas ideias não escaparam à controvérsia. Didier Pleux, especialista do «pensamento Dolto», debruçou-se sobre o percurso desta mulher que influenciou pais e professores, pondo em perspectiva a sua vida e a sua obra. Encontrou práticas educativas longe de ideais e um pensamento em contradição com o seu próprio trajecto. Quem era na realidade esta mestra da educação psicanalisada? A questão é merecedora de resposta. Por isso, com este novo livro, Didier Pleux quis «dar a conhecer como a realidade desta mulher explica o ‘fora da realidade’ das suas teorias educativas».






Sem comentários: