terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Planeta: Novidades a 7 de Janeiro nas livrarias

Título: O Endurance - Encurralados no Gelo
Autor: Caroline Alexander
N.º de Páginas: 224
PVP: 17,76 €

«Uma das mais extraordinárias histórias de sobrevivência de sempre.» John Skow, Time

Um relato emocionante de uma das últimas grandes aventuras da Idade Heróica da exploração: talvez a maior de todas.
A lendária expedição de Shackleton à Antárctida. Um dos maiores épicos de sobrevivência de sempre. A 19 de Janeiro de 1915 o barco ficou preso no gelo da Antárctida, faz agora 100 anos.
Com mais de 100 fotografias inéditas de Frank Hurley, o fotógrafo que acompanhava a expedição.

O QUE DIZ A CRÍTICA
«Sentimos vontade de nos erguer e saudar o heroísmo do espírito humano.» Carolyn N. Warmbold, Atlanta Journal
«O que faz deste livro um relato deveras vívido são as 170 fotografias inéditas, tiradas pelo fotógrafo da expedição, Frank Hurley: verdadeiras composições artísticas de homenagem à beleza selvagem do gelo e à força dos homens e dos seus cães. […] A notável resiliência destes homens deve-se não só à liderança de Shackleton, mas também à força da alma humana.» Publishers Weekly
«Este livro ocupa um honroso lugar de destaque na literatura de expedição polar.» Kirkus Views

Uma história notável, real, de resiliência e perseverança, que mostra a força de um homem e da sua tripulação. O livro explica todas as vicissitudes por que passaram os tripulantes para sobreviver e como um líder nato, E. Shackleton, organizou, comandou, incentivou e finalmente resgatou todos os seus homens, sem uma única vítima mortal.
Em Agosto de 1914, poucos dias antes do início da Primeira Guerra Mundial, o famoso explorador Ernest Shackleton, acompanhado por uma tripulação de 27 homens, partiu em direcção ao Atlântico Sul, em busca do último prémio ainda não reclamado da história da exploração polar: a primeira travessia a pé do continente antárctico.
Abrindo caminho através do gelado mar de Weddel, distavam apenas 160 km do seu objectivo quando o navio, o Endurance, ficou preso no gelo. Em breve seria esmagado como se fosse madeira de fósforos, deixando a tripulação a flutuar na superfície das placas geladas. A sua terrível provação iria prolongar-se por 20 meses, tendo feito duas tentativas quase fatais de escapar por barco até serem finalmente resgatados. Recorrendo a fontes até agora indisponíveis, Caroline Alexander dá-nos um relato fascinante da expedição de Shackleton. E apresenta-nos o extraordinário e pioneiro trabalho de Frank Hurley, o fotógrafo australiano cujo registo visual desta aventura nunca fora publicado na íntegra. Em conjunto, texto e imagem recriam a beleza terrível da Antárctida, a destruição do navio e a heróica luta diária da tripulação pela sobrevivência, um milagre tornado possível pela liderança inspiradora de Shackleton.
A preservação das notáveis imagens de Hurley foi outro milagre impressionante: as chapas de vidro dos negativos originais, a partir das quais é reproduzida a maioria das fotografias que ilustram este livro, foram
guardadas em caixas metálicas hermeticamente seladas, resistindo não só aos vários meses passados sobre as placas de gelo, como às condições atmosféricas durante a travessia de uma semana num pequeno barco aberto em pleno mar polar e, finalmente, a muitos meses enterradas na neve que cobria os rochedos da ilha Elefante.
Quando Hurley se viu forçado a abandonar o seu equipamento profissional captou algumas das imagens mais inesquecíveis da expedição com uma câmara de bolso e três rolos de filme Kodak.
Originalmente publicado em colaboração com a exposição histórica que o Museu Americano de História Natural dedicou à expedição, O Endurance – A Lendária Expedição de Shackleton à Antárctida é um relato emocionante de uma das grandes aventuras da Idade Heróica da exploração – talvez a maior de todas.

Sobre a autora:
Caroline Alexander, vive em New Hampshire, tem trabalhos publicados nas revistas The New Yorker, Granta, Condé Nast Traveler, Smithsonian, Outside e National Geographic. É autora de One Dry Season, The Way to Xanadu, Battle’s End, Mrs. Chippy’s Last Expedition.
Foi curadora da exposição Endurance: A Lendária Expedição de Shackleton, que percorreu os Estados Unidos da América.

Título: Descubra os Anjos em Família
Autor:
María Elvira Pombo Marchand
N.º de Páginas: 272
PVP: 17,95 €

Depois do êxito de Pela Mão dos Anjos, com 3 edições e mais de 6 000 exemplares vendidos, chega agora um novo manual que que nos ensina como comunicar com os arcanjos e os seres de Luz, em família, e iniciar as crianças no mundo dos anjos.

A autora, uma especialista em anjos, mostra-nos como aproveitar cada momento para encontrar a paz e a felicidade, através destes seres que nos acompanham e guiam durante toda a vida. Em especial, ensina os pais e filhos a lidarem com situações difíceis do dia-a-dia. Maria Elvira Pombo ensina-nos ainda como comunicar com os anjos, sem precisarmos de possuir qualquer dom. Todos podemos dialogar com estes seres de luz. Este é um livro para transcender, para cultivar essa parte essencial de todos os seres humanos, que nos permite encontrar um propósito na vida, descobrir o nosso dom único e cumprir uma missão no mundo.
Lê-lo é empreender uma aventura que nos ajudará a conhecer os anjos que nos acompanham desde que nascemos, pedir a sua protecção, perceber os seus sinais para aproveitar as oportunidades e criar bem-estar para nós e para os que nos rodeiam. Trata-se de «uma espiritualidade prática», que pais e filhos podem viver no dia-a-dia mediante exercícios, meditações e histórias para partilhar com os seres que amamos.

OFERTA
O livro inclui um baralho de 20 cartas com frases inspiradoras para que, em família, todos possam convocar energias favoráveis e estarem mais próximos dos anjos e arcanjos.


Sobre a autora:
Estudou administração de empresas na Universidade Xaveriana de Bogotá. Exerceu a sua profissão com êxito, durante doze anos como executiva no Citibank. Nesse período, fez também uma especialização em marketing. A sua sensibilidade levou-a a estudar os anjos e, mais tarde, a aprofundar os seus conhecimentos pela mão de Doreen Virtue nos Estados Unidos, onde obteve o grau de ATP (Angel Therapy Practitioner) em 2001.
Depois de terminar o curso, decidiu fazer uma paragem na sua carreira como executiva financeira e dedicar-se por completo a ensinar as pessoas a comunicarem com os seus anjos e guias.
Em 2002, abriu o seu consultório de Terapia com Anjos. Publicou Aventura con tus ángeles, un mensaje de luz (2006) e o livro de espiritualidade para crianças La oruga Michelle encontra Deus (2011), escrito com a sua filha Michelle. No seu terceiro livro, De la mano de los ángeles, manual para vivir (2011) resume todos os ensinamentos que recebeu destes seres de luz e considera-o o seu legado.
Através de seminários, livros e consultas privadas tem ensinado a milhares de pessoas a sentir e partilhar a sua vida diária com os anjos procurando que a espiritualidade seja uma experiência e não uma crença. Desta maneira, cumpre a sua missão e o seu sonho de contribuir para a evolução dos seres humanos através do amor.
Visite a sua página: www.terapiaconangeles.com

Título: 28 Dias
Autor:
David Safier
N.º de Páginas: 360 páginas

Um comovente romance, baseado numa história verídica, sobre a luta de uma jovem heroína de 16 anos, do Gueto de Varsóvia, que nos mantém com as emoções à flor de pele.

28 dias para viver toda uma vida.
28 dias para descobrir o amor verdadeiro.
28 dias para se converter numa lenda.
28 dias para responder à maior de todas as perguntas: que género de
pessoa quer ser?
Uma história forte, convincente e com um argumento de grande impacto baseado em factos reais, fruto de uma investigação rigorosa, apoiada nas memórias dos sobreviventes do gueto e no arquivo clandestino que escapou à censura nazi.
São 28 dias de angústia, onde há espaço para o amor, a traição, o sacrifício, a crueldade, o heroísmo, a injustiça, a lealdade. Para o melhor e o pior da natureza humana numa trama que nos mantém em todo momento com as emoções a flor de pele, cheio de tensão, com situações limite verdadeiramente perturbadoras e abordagens que saltam das páginas do livro directamente à consciência do leitor: "Como agiria em tal situação? Será que conseguiria matar para salvar vidas? Arriscar a sua vida pela dos outros? "28 dias, em que Mira deve decidir a quem pertence o seu coração: a Amos, o lutador que ainda quer matar o máximo de nazis possível, ou a Daniel, que cuida das crianças órfãs nos bunkers. David Safier que é conhecido pelos seus livros cheios de humor, e arrancou sorrisos de milhões de leitores com Maldito Karma, Jesus Ama-me e Uma Família Feliz, agora leva-nos ao limite da emoção com um grande romance, sobre o amor e a coragem, ambientada num dos episódios humanos mais esmagadores da História. A história passa-se em Varsóvia, 1943. Mira uma jovem de dezasseis anos, sobrevive graças ao contrabando de alimentos no gueto onde os nazis aprisionaram os judeus. O seu único objectivo é o de proteger a mãe e a irmã mais nova. Quando os habitantes do gueto começam a ser deportados para os campos de concentração, Mira junta-se à Resistência. Na maior aventura das suas vidas conseguem fazer frente às SS muito mais tempo do que haviam imaginado. 28 dias. 28 dias nos quais Mira terá de decidir a quem pertence o seu coração. A Daniel, um rapaz que toma conta das crianças órfãs, ou a Amos, um membro da Resistência cujo objectivo é matar tantos nazis quanto possa.

Mais de 100 000 exemplares vendidos na Alemanha.
Duas edições nas primeiras duas semanas de vendas.

Excerto da entrevista ao autor, no final do livro
Espera-se de David Safier livros divertidos com uma trama fantástica e saídas espirituosas. O seu sexto romance foge à norma estabelecida: como lhe ocorreu escrever um livro sobre o levantamento do gueto de Varsóvia?
Trata‑se de uma história que sempre quis escrever. Em 1992, há mais de vinte anos, pediram-me que proferisse um discurso na catedral de Bremen por ocasião do aniversário do levantamento do gueto de Varsóvia.
Naquela altura, tinha vinte e poucos anos, era jornalista na Radio Bremen e partia‑se do princípio de que devia contar algo sobre os jovens da Resistência. Ao aprofundar o tema, fascinaram-me as histórias sobre a grandeza humana, mas também sobre a cobardia humana. Desde aquela época, a verdade é que não se passou um ano sem que conjecturasse a hipótese de poder transformar esse material em algo literário e de  que maneira poderia faze‑lo.
O que tem esta história de extraordinário?
O facto de as vítimas se terem defendido. A imagem que temos é que os judeus se deixaram levar para os campos de concentração sem oferecer resistência, como animais para o matadouro. Em Varsóvia, 1200 judeus, na sua maioria jovens com idades compreendidas entre os treze e os vinte e nove anos, organizaram um levantamento e resistiram a uma superioridade brutal durante vinte e oito dias. Isto já é singular só por si, não apenas na história recente como também na história em geral. O romance 28 Dias é uma obra de ficção, mas não é fictícia, inspirando‑se com efeito em episódios reais.
No filme Titanic existem duas personagens de ficção, os que são interpretados por Kate Winslet e Leonardo DiCaprio, que revivem tudo o que se passou na época. O mesmo acontece com a minha heroína. Mira não existiu, mas tudo o que lhe acontece, e tudo o que sucede no romance, baseia-se em factos reais. Escolhi esta exposição de maneira consciente: se contasse uma história cujo protagonista fosse uma personagem real, ver-me-ia limitado as suas vivências.
Precisava arranjar a maneira certa de tratar dos temas que me interessam. Tudo aquilo que Mira vive no gueto, desde os momentos iniciais quando se dedica a candonga até, mais a frente, aos episódios de luta, incluindo a cena em que tem de decidir em conjunto com os outros companheiros se deve ou não matar alguém para que não os denuncie, todas essas situações aconteceram de facto. Apenas a heroína é fictícia, uma vez que julgo que dessa maneira é mais fácil uma pessoa identificar-se com ela.
Os factos históricos, o desenrolar do levantamento, tudo isso é passível de ser documentado, no entanto as emoções são uma coisa muito diferente: existem depoimentos de testemunhas presenciais?
Existem inúmeras memórias de sobreviventes, um vasto conjunto de fontes e o importante legado de Ringelblum: o arquivo clandestino do gueto, que foi enterrado para que não caísse nas mãos dos alemães e publicado posteriormente na forma de livro. As informações são com frequência bastante objectivas, quase desvinculadas, assim como a maior parte das memórias dos sobreviventes do Holocausto. Essa era a única forma que tinham de poder escrever a esse respeito. Eu, em contrapartida, tento sublinhar a parte emocional, e é também por esse motivo que recorro a uma personagem de ficção. Com uma pessoa real o compromisso é muito diferente: não posso atribuir‑lhe nada, não posso adjudicar-lhe nenhuma emoção. Na qualidade de romancista, tentei pôr-me na pele dessa rapariga de dezasseis anos. O que sente quando passa fome; o que sente quando vê desfilar outras pessoas a caminho da morte; o que sente quando experimenta o júbilo ainda que tudo o resto a sua volta se encontre envolto em chamas. O levantamento dura vinte e oito dias, mas também é uma grande história de amor.
Agora os sobreviventes do gueto são muito mais velhos ou já morreram. O meu pai, que nasceu no ano de 1915, sofreu a perseguição dos nacional socialistas; o meu avô perdeu a vida em Buchenwald; a minha avó, no gueto de Łódź. Por parte de mãe tenho antepassados alemães, e a minha mãe, alemã nascida durante a guerra, está em certa medida traumatizada até hoje. Todavia, nós já fazemos parte de uma ou duas gerações posteriores a guerra: o que posso fazer para que a história ganhe vida para geração actual? Por esse motivo optei, para o romance, por uma linguagem directa e moderna.

Sobre o autor
Nasceu em Bremen, em 1966.
Conhecido guionista de séries de televisão de êxito, como Mein Leben und Ich (A Minha Vida e Eu), Nikola e Berlim, Berlim, foi galardoado com o Prémio Grimme e com o Prémio TV da Alemanha, bem como com um Emmy, nos Estados Unidos.
Vive e trabalha em Bremen. Maldito Karma (Planeta, 2011), o seu primeiro romance, foi um êxito internacional, que vendeu mais de um milhão e quinhentos mil exemplares na Alemanha e que conta com várias edições em diversos países.
Em Portugal, em poucos meses chegou às cinco edições. Depois de Jesus Ama-me e Uma Família Feliz, 28 Dias é a nova aposta do autor na Planeta, um livro com uma história que não nos deixará indiferentes.

Título: Sedução nas Terras Altas
Autor:
Emma Wildes
N.º de Páginas: 288
PVP: 17,76 €

«Uma leitura voluptuosa e sensual. Deliciosamente escandalosa e, ao mesmo tempo, ternamente romântica… Apetecia-me que não terminasse!» Celeste Bradley, autora bestseller do The New York Times

Pela primeira vez um romance sobre a temática Highlander desta premiadíssima autora, que conta com uma legião de fãs em Portugal. Um livro verdadeiramente romântico e sensual composto por três histórias curtas independentes de aventura e paixão desenfreada nas brumas e montanhas das Terras Altas da Escócia. As heroínas destas três histórias são apaixonadas e irresistíveis para os seus homens

Seduzir Ian
Raptada pelo perturbante highland Ian McCray e mantida como prisioneira, Lady Leanna Arlington sente-se aterrorizada, mas o seu captor ajudou-a a fugir de um casamento indesejado. Agora, está nas suas mãos convencer o viril escocês a ficar com ela...

Seduzir Robbie
Julia Cameron está em fuga e procura um protector. O infame Robbie McCray está desesperado para substituir os navios confiscados pelo inimigo inglês. Tudo o que tem a fazer é elaborar um acordo mutuamente satisfatório e pecaminosamente mau...

Seduzir Adain
Quando se depara com uma bela mulher a ser atacada, Adain Cameron espanca e defende a dama. Com os bandidos ele lida com a pistola e espada, mas a linda Lady Gillian Lorin pode exigir um conjunto de armas diferentes…

Emma Wildes é já uma referência no romance histórico feminino, e seduziu irremediavelmente os leitores portugueses com os dez livros anteriores, já publicados pela Planeta.
Dona de uma escrita envolvente, que combina na dose certa sensualidade e erotismo, Emma Wildes apimenta esta história sobre highlanders com muito sexo e paixões avassaladoras.

«Este romance escandalosamente excitante atrai-lo-á e apoderar-se-á do seu coração.» Elizabeth Boyle, autora bestseller do USA Today

Sobre a autora:
Emma Wildes estudou na Universidade de Illinois é e licenciada em Geologia. Vive em Indiana com o marido e três filhos. Foi a autora n.º 1 do Fictionwise, WisRWA Reader’s Choice Award, vencedora na categoria de Romance Histórico em 2006, do Lories Best Published, e em 2007 vencedora do Eppie para o melhor romance erótico.
Livros publicados pela Planeta: Uma Aposta Perversa, Lições de Sedução, Um Homem Imoral, Um Erro Inconfessável, Pecados Escondidos, Sussurros Ousados, Traída pelo Destino, Paixão Escandalosa, Um Amor ao Luar e Um Rumor muito Inconveniente.

Título: Cristino Ronaldo - Orgulho, Glória e Preconceito
Autor:
Antoine Grynbaum e Marco Martins
N.º de Páginas: 152 + 8 páginas
PVP: 13,95 €

«Muito orgulhoso de si, do seu talento, do seu físico, do seu dinheiro.» Dizem… Mas quem é de facto, Cristiano Ronaldo?

Um retrato da personalidade de Cristiano Ronaldo, descrita em diversas entrevistas exclusivas e inéditas a pessoas próximas ao craque, assim como a figuras de relevo no mundo do futebol, incluindo vários jornalistas portugueses.
«A principal característica de Cristiano Ronaldo é não deixar ninguém indiferente. As pessoas ou o amam ou o detestam. Tal resultado é o fruto de uma personalidade arrogante ou desdenhosa para aqueles que não o conhecem bem. Cristiano dá a impressão de que ninguém lhe é superior. O rapaz tem uma grande qualidade técnica, sem dúvida, mas eu acho que o produto final «Cristiano Ronaldo» é o resultado de uma enorme confiança em si mesmo.» Nuno Farinha, Record

Este livro relata um percurso excepcional, que começou em Portugal, brilhantemente seguido no Manchester United, Real Madrid e na Selecção.
Entre as revelações inéditas encontram-se as condições das suas diferentes transferências, os contactos com o PSG e as histórias secretas da rivalidade com Messi ou a relação com Mourinho e Ancelotti.
Nenhum ingrediente falta a esta aproximação autêntica e o mais perto possível de um jogador, amado por uns e detestado por outros.
A 12 de Janeiro 2015 será conhecido o jogador vencedor de a Bola de Ouro 2014, troféu atribuído pela FIFA e pela France Football e Cristiano está entre os nomeados.

O livro demonstra que «nem tudo é a preto e branco» e muito menos a personalidade do Bola de Ouro. Os autores descrevem, também, o percurso de Cristiano Ronaldo, «desde o baptizado até hoje», passando pelas transferências e pelos contactos que teria estabelecido com o Paris Saint-Germain, sem esquecer «toda a máquina comercial e de marketing que gravita à sua volta dele».
O livro mostra ainda um homem popular, longe da imagem da estrela temperamental e orgulhosa que, por vezes, lhe atribuem.

Sobre os autores
Antoine Grynbaum é jornalista desportivo independente e comentador de jogos de futebol. Publicou os livros Foot et politique – les liasons dangereuses e La Face cahée du sport. Marco Martins é jornalista especializado em futebol lusitano, trabalha para a RFI e Radio Alfa e é correspondente em França do jornal Record.

Mais novidades para o primeiro semestre de 2015
Romance
O Homem do Puzzle, de Fausta Cardoso Pereira
Nas livrarias: Janeiro
Uma fábula sobre a paralisação e a mudança, a dificuldade de agir e a importância fundamental de não perdermos um horizonte de liberdade, contada por uma ficcionista que se revela numa escrita clara e num olhar acutilante sobre o mundo e a matéria humana, triste e alegre, que o constrói.



A Herança Bolena (título provisório), de Philippa Gregory
Nas livrarias: Fevereiro
Intriga, romance, história, com uma pesquisa rigorosa narrada de forma soberba pela reconhecida escritora de ficção histórica. Primeiro livro da série Tudor, agora reeditado pela Planeta. Um olhar fascinante sobre a corte dos Tudor, como nenhum outro autor consegue romancear.

O Dia em que Estaline Encontrou Picasso na Biblioteca, de Alice Brito
Nas livrarias: Março
O novo romance de Alice Brito, que se estreou com o poderoso As Mulheres da Fonte Nova, é sobre o passado e o presente que lhe não pode fugir: «O passado não é inocente», como diz um dos personagens em carta à sua neta. Entre o passado e o presente, assim se situa este livro cuja acção decorre em Setúbal e noutras geografias cúmplices, próximas e distantes. As personagens parecem avisar-nos que ninguém escapa ao seu tempo. Nem à História. E, de vez em quando, a História brinca connosco…

Desejo de Chocolate (Título provisório), de Care Santos
Nas livrarias: Abril
Da mesma autora de A Cor da Memória, este novo romance conta a vida de três mulheres que têm em comum duas coisas: terem vivido em Barcelona e serem donas de uma chocolateira de porcelana branca.

Modi – O Bem Amado Maldito, de Cristina Carvalho (Título provisório)
Nas livrarias: Maio
Picasso, Brancusi e Cocteau chamavam-no pelo diminutivo Modi (pronunciado maudit, em francês). Amedeo Modigliani, o artista maldito, o bem-amado das mulheres, o criador e destruidor é a figura central do novo livro da autora, na linha de retratos de génios artísticos românticos que iniciou com Nocturno – O Romance de Chopin.

POLICIAL
Escrevam-me a Dizer Quem Foi ao Meu Funeral, de Celso Filipe
Nas livrarias: Março
Num registo divertido e bem-humorado, Celso Filipe, subdirector do Jornal de Negócios, estreia-se como ficcionista com um policial ao gosto clássico, para amantes dos clássicos do género: nada mais, nada menos do que Hercule Poirot, Maigret, Perry Mason e Nero Wolfe são convocados a uma pequena aldeia do Alentejo para resolver o assassinato de uma jovem e capitosa habitante de Silha da Palha, conhecida como «a alemoa». Um policial verdadeiramente imperdível!

Sacrifício a Molek, de Asa Larsson
Nas livrarias: Março
A autora revelação do policial nórdico encontra-se, sem dúvida, entre a elite do romance policial a Suécia que, tal como se sabe, é dos melhores do mundo. Os seus livros têm sido um êxito imediato, obtendo o elogio da crítica e dos leitores nos vários países, sendo já considerada uma das mais importantes representantes do policial escandinavo.

ERÓTICO
Adivinha quem sou, de Megan Maxwell
Nas livrarias: Janeiro
Uma nova série erótica de dois volumes, da mesma autora de Pede-me o que Quiseres, altamente viciante, que tem data de estreia para Janeiro e o volume seguinte sairá para o mercado em Fevereiro.

Uma Noite, de Jodi Ellen Malpas
Nas livrarias: Março
Chega agora mais uma trilogia erótica, da mesma autora de Este Homem, onde o desejo e a paixão falam mais alto.

FANTÁSTICO
Cress, de Marissa Meyer
Nas livrarias: Janeiro
Depois de Cinder e Scarlet, chega agora o último livro da série Crónicas Lunares, baseado na história de Rapunzel.

NÃO FICÇÃO
2 Dias para Mudar a sua Vida, de Emma Cook
Nas livrarias: Janeiro
Um método revolucionário, baseado na famosa dieta dos 2 dias, que a autora, uma jornalista inglesa, experimentou e adaptou as todas as áreas da nossa vida e promete melhorar a nossa saúde, as nossas finanças e a nossa felicidade.
Dois dias por semana bastam para mudar a sua vida.

E se me restasse apenas uma hora de vida?, de Roger Pol-Droit
Nas livrarias: Fevereiro
Uma questão pertinente que nos ajuda a reposicionar na vida quanto a objectivos e
prioridades. Um texto inspirador e uma brilhante lição de vida, escrito por um
filósofo de renome, reconhecido mundialmente.

A Dieta do Chocolate, de Alexandre Fernandes
Nas livrarias: Março
Do reconhecido nutricionista e autor de Cascas, Talos, Folhas e Outros Tesouros Nutricionais, um livro para quem quer emagrecer, sem abdicar de um alimento que é um verdadeiro pecado da gula.

Sem comentários: