segunda-feira, 23 de junho de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

Porto Editora publica Morte numa noite de verão, o grande "thriller" de K. O. Dahl

Título: Morte numa Noite de Verão
Autor:
Kjell Ola Dahl
Tradução: Miguel Caldas
Págs.: 368
PVP: 16,60 €

O conhecido escritor norueguês Kjell Ola Dahl vai deixar de estar inédito em Portugal a partir de 27 de junho, dia em que a Porto Editora publica o seu mais conhecido thriller, Morte numa Noite de Verão. Para além do suspense de toda a investigação policial, este é um livro que mantém uma reflexão permanente sobre temas fraturantes da sociedade, como a ambição, o amor e a violência.
Aquando da sua publicação, Morte Numa Noite de Verão foi distinguido como o Melhor Policial Norueguês do Ano e nomeado para o Brage Literary Award, para o Glass Key Award e o Martin Beck Award.

Sinopse:
De tronco nu e cabelo ao vento, Katrine Bratterud está eufórica: celebra a conquista de uma nova liberdade, agora que está prestes a terminar com sucesso um programa de reabilitação para toxicodependentes. Mas é no culminar dessa noite de furor e romance que Katrine se afasta para se refrescar num lago e morre brutalmente às mãos de um estranho, desaparecendo com ela os segredos que lhe trouxeram aquela felicidade recente.
Os inspetores Frølich e Gunnarstranda não acreditam em coincidências e, por isso, também não vêm a morte de Katrine como uma mera questão de azar. Rapidamente mergulham numa série de investigações, cada vez mais profundas, que não descuram nem a vida de drogas e de prostituição de Katrine, nem tão pouco as intervenções de médicos e funcionários na sua reabilitação. Todos os homens que conheceu e amou são imediatamente suspeitos e só de uma certeza os inspetores podem estar seguros: uma mulher cativante e vulnerável como Katrine transforma até o mais reto dos seres em pecador.

Sobre o autor:
Kjell Ola Dahl nasceu em 1958 na Noruega e iniciou a sua carreira literária em 1993 com Dødens More Investeringer, que rapidamente se converteu num dos policiais mais conhecidos do seu país.

Imprensa:
Tal como nos livros anteriores de Dahl, somos agora confrontados com uma síntese perfeita entre a linguagem dos policiais clássicos e a dos romances sociais. The Independent
Dahl, o autor da série dos Detetives de Oslo (…), aborda o género [policial] de um ângulo sociopsicológico, analisando as condições sociais e motivações das suas personagens em narrativas robustas e apaixonantes. The Guardian
Recomendado aos fãs de Karin Fossum e Kjell Eriksson. Dahl é um talento formidável. Booklist
Dahl é uma estrela brilhante do género [policial]. Hamar Arbeiderblad
[Dahl] pertence a uma liga só sua. Aftenposten