terça-feira, 3 de junho de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

Pede-me o que quiseres ou deixa-me - Megan Maxwell [Opinião]

Título: Pede-me o que quiseres ou deixa-me
Autor: Megan Maxwell
N.º de Páginas: 392
PVP: 17,76 €

O romance erótico mais quente do ano, chega agora ao fim.
O último livro desta trilogia realmente escaldante vai voltar a deixar os leitores a desejar que não acabe.

Amor, sexo e luxúria sem limites para ler sem moderação.
Pede-me o Que Quiseres, Ou Deixa-me é uma intensa história de amor, povoada de fantasias sexuais, tensão e erotismo, onde os protagonistas tratam por tu a paixão.

Uma história cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer têm o papel principal. Pede-me o que Quiseres arrasou os tops de venda em Espanha, com mais de 140.000 exemplares, em apenas seis meses. Os dois primeiros livros da série chegaram ao top dos livros mais vendidos em Portugal.

Judith e Eric regressam da viagem de lua-de-mel depois de um casamento de sonho. Ele sente-se o homem mais feliz do universo e não imagina a vida sem ela: apesar disso, os ciúmes e o desejo de a proteger assolam-no repetidamente.
Por seu lado, Judith está maravilhada com o seu Iceman e tenta ver sempre tudo pelo lado positivo, embora em mais de uma ocasião fique com o pescoço cheio de chupões…
Desfruta de Eric e dos jogos sexuais, excepto quando ele lhe sussurra que um dos seus maiores desejos é ter um filho com ela.


A minha opinião:  
Com Pede-me o que quiseres ou deixa-me chega ao fim a trilogia de sucesso de Megan Maxwell.

Casados de fresco e a passar uma tórrida lua-de-mel no México Eric e Judith estão mais apaixonados que nunca.

Regressam a Espanha onde os espera um pai/sogro cheio de saudades, assim como Raquel, irmã de Judith que se vê divorciada, a braços com as duas filhas, uma delas bebé. Juntamente com o jovem casal, viaja também Juan Alberto, primo de Dexter (personagem presente no segundo romance), que se apaixona à primeira vista por Raquel. E ele também não lhe é indiferente.

A par do erotismo subjacente nesta série, Eric e Judith vão passar novamente por alguns dissabores, com o ciúme dele a vir à baila novamente, colocando em risco a relação de ambos, que ainda vai no início. É este jogo do cão e do gato que gosto neste tipo de livros, mas ao mesmo tempo detesto a possessividade que os homens têm perante as mulheres. O ciúme obsessivo, o facto de não quer que Judith trabalhe, o facto de confiar mais depressa nos outros do que na sua própria mulher, fez com que detestasse, em muitas situações, o poderoso e lindo Eric. No entanto, depressa o ódio se dissolveu ao constatar o amor louco que ele tem pela sua esposa e pela família desta.

Não entendo é que como é que um homem tão ciumento é capaz de oferecer a sua mulher a qualquer homem e, sobretudo, ao seu melhor amigo. São coisas que vão para lá da minha compreensão.


Vou ficar com saudades deste divertido casal e do amigo de ambos Bjorn, que está sempre presente nos bons e nos maus momentos. Um amigo que qualquer pessoa quererá ter ao seu lado.

Resta a esperança que a Planeta publique o livro que a autora escreveu colocando como personagem principal Bjorn. Estou curiosa em saber mais sobre esta personagem que me apaixonou.

Apesar de não ser daquelas leitoras amantes de eróticos, li poucos do género, esta série gostei mesmo muito de ler. Megan Maxwell escreve bem, criou uma excelente história, e facilmente prende o leitor. Recomendo a leitura de toda a série.
Opinião dos anteriores livros aqui


A minha entrevista com a autora aqui