terça-feira, 13 de maio de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

NYPD Red: À Margem da Lei - James Patterson [Opinião]


Título:NYPD Red: À Margem da Lei
Autor: Marshall Karp, James Patterson
Edição/reimpressão: 2014
Tradução: Rui Azeredo
Páginas: 336
Editor: TopSeller
Coleção: Nypd Red
PVP: 18,79€

Sinopse:
A NYPD Red enfrenta agora o seu inimigo mais perigoso de sempre.
Há um serial killer à solta em Nova Iorque, perseguindo e assassinando criminosos que conseguiram escapar à Justiça. À medida que o número de vítimas deste justiceiro por conta própria aumenta, cada vez mais nova-iorquinos o apoiam.
O detetive Zach Jordan e a sua parceira Kylie MacDonald são destacados para o caso quando mais uma pessoa, uma mulher ligada à campanha eleitoral de um dos candidatos à Câmara de Nova Iorque, é assassinada. Zach e Kylie têm de descobrir quais são as verdadeiras motivações deste assassino, uma vez que por detrás deste último crime se escondem segredos da ordem da vida pública e privada. No entanto, Kylie tem agido de forma estranha, e Zach teme que o que quer que se esteja a passar com a sua parceira possa pôr em risco o maior caso das suas carreiras.

A minha opinião: 
Um assassino em série anda à solta pelas ruas de Nova-Iorque e, quando mata uma figura proeminente da política nova iorquina, Zach Jordan e a equipa do NYPD Red são chamados para coordenar a investigação. No entanto a captura do assassino não gera consenso.

Um pouco ao estilo de Dexter Morgan (quem não conhece a personagem da série com o mesmo nome?), o assassino Hazmat mata apenas criminosos. Tem a particularidade de escolher as suas vítimas a dedo que, depois de torturadas, confessam, em vídeo, o seu crime. As mortes são atrozes e o assassino parece ser implacável. É apelidado de Hazmat porque o assassino coloca nas suas vidas umas espécie de fato macaco peculiar.

A opinião pública divide-se. Por um lado acham que o assassino deve ser encontrado, mas por outro este tem arranjado uma outra forma de fazer justiça: matar os que são realmente criminosos. Mas se em algum caso o próprio assassino estivesse errado e tivesse feito um mal diagnóstico?

A par dessa investigação, está outra ainda mais mediática: o caso de uma mãe solteira cuja filha aparece morta numa lixeira. Todos a acusam de ter assassinado a sua própria filha, mas por falta de provas a jovem mãe é libertada. Será culpada ou inocente?

Durante a investigação vai sendo dado ao leitor algumas pistas, pelo que antes mesmo de se desvendar quem era o assassino já o tinha descoberto. Porém, esse facto, não prejudica em nada a leitura deste livro.

No entanto, a investigação não é só o que preocupa Kylie MacDonald, a parceira de Zach. O seu relacionamento com o marido já teve melhores dias... E a cabeça de Zach também não vai melhor. Com dúvidas em relação ao seu caso amoroso com a psicóloga do departamento, o seu coração ainda pende para Kylie, ficando um pouco esperançado quando descobre que a relação da colega com o seu marido não vai bem.

Segundo livro da série NYPD Red, À Margem da Lei é um livro bem escrito, levezinho bem ao jeito de James Patterson, com um bom enredo e que volta a juntar Zach Jordan e Kylie MacDonald uma dupla imbatível.
Tradução 5*

Primeiro livro da série NYPD Red:

Pode ler a minha opinião aqui!





 

2 marcadores:

Rosana Maia disse...

Olá :)
Confesso que tenho alguma curiosidade em ler livros de James Patterson, principalmente pelas críticas que vou lendo a respeito dos seus livros. Se tivesse que começar por um, qual me recomendaria? :)
Beijinhos

Rosana
http://bloguinhasparadise.blogspot.pt/

Maria Manuel Magalhaes disse...

Olá Rosana,

Se gostas de policiais aconselhava-te os livros da saga Private. Foram já publicados pela Topseller dois livros dessa série e é a que gosto mais.
No entanto, a que tem mais sucesso é a série com Alex Cross (saiu já um filme baseado nos seus livros).
Beijinhos,
MM