segunda-feira, 14 de abril de 2014

Planeta: Novidades Abril

NÃO FICÇÃO NACIONAL
Título: O Movimento dos Capitães e o 25 de Abril
Autores:   Avelino Rodrigues, Cesário Borga, Mário Cardoso


O livro O Movimento dos Capitães e o 25 de Abril, escrito por três jornalistas que ficaram conhecidos como os «cronistas da Revolução» e editado pela primeira vez em Novembro de 1974, regressa às livrarias, quarenta anos depois, numa 5.ª edição revista e aumentada, a  partir de 16 de Abril.

«Este livro mantém intactas as qualidades que fizeram dele um dos livros mais emblemáticos de quantos se publicaram no imediato pós-25 de Abril.» Boaventura de Sousa Santos, in prefácio

Um relato pormenorizado de todos os passos, reuniões, planos, êxitos e vicissitudes, até ao dia da operação que pôs fim ao Estado Novo e devolveu a liberdade aos portugueses.
Este livro traça o roteiro da preparação da Revolução e a evolução política dos conspiradores: A contestação ao congresso dos combatentes, em Junho de 1973.
O spinolismo e o Movimento na Guiné.
Os passos do Movimento em Angola e Moçambique.
A reunião inaugural do Movimento dos Capitães em 9 de Setembro, no Alentejo.
A influência do livro do general Spínola Portugal e o Futuro.
As consequências do 16 de Março, em Caldas da Rainha.
A aprovação do programa político elaborado pelo major Melo Antunes.
O plano de operações e o desencadear da acção a 25 de Abril.
O povo unido.
A origem de classe dos capitães.

O que se disse sobre o livro:
«O Livro do 25 de Abril.» Almeida Martins, Visão, 26.04.2001
«Um clássico da Revolução.» José Pedro Castanheira, Expresso, 02.06.2001
«Obra histórica e indispensável sobre o Movimento das Forças Armadas da madrugada libertadora do 25 de Abril.» Guilherme de Oliveira Martins, 22.04.2001
«Reedição oportuna e necessária, que no essencial não foi rasurada pela hermenêutica histórica entretanto empreendida.» José Manuel Mendes, 04.05.2001
“Uma reedição que não tem nada de revivalismo porque aquelas páginas ainda guardam hoje a mágica de uma revolução.” António Vitorino, 26.04.2001
“Vários estudiosos abordaram já este problema (a origem de classe do Movimento dos Capitães). Os primeiros parecem ter sido aqueles que já mereceram o epíteto de ‘cronistas da revolução’ e a quem desejamos prestar aqui uma homenagem.” Coronel Aniceto Afonso in Subsídios para a caracterização sociológica do Movimento dos Capitães

Sobre os autores:
Avelino Rodrigues, Cesário Borga e Mário Cardoso são autores de uma trilogia sobre o processo revolucionário: O Movimento dos Capitães e o 25 de Abril (1974), Portugal depois de Abril (1975) e Abril nos quartéis de Novembro (1976). Jovens jornalistas em 1974, com carreiras iniciadas poucos anos antes nos grandes jornais diários, tinham-se encontrado em 1972 na redacção do Diário de Lisboa e constituíram uma equipa que reflectia e tentava romper os limites então impostos à profissão e ao direito de informar. Trabalho que continuaram depois da Revolução, já na RTP e na intervenção sindical, sempre lutando por uma informação independente e ao serviço da sociedade.

FICÇÃO ESTRANGEIRA
Título: A Amante do Papa
Autor: Jeanne Kalegridis
N.º de Páginas: 464
PVP: 19,95 €
Disponível a 16 de Abril

Um romance histórico irresistível sobre a vida notável de Catarina Sforza, uma corajosa e brava mulher do Renascimento italiano, que teve os amantes que lhe apeteceu, entre os quais o cardeal Bórgia, que viria a ser eleito papa Alexandre.

Tendo como pano de fundo uma corte exuberante e vibrante com personagens inesquecíveis e figuras históricas, a autora recria com rigor histórico o ambiente da Renascença italiana. Uma história de coragem e ambição sobre uma condessa cuja vontade e paixão não conheciam limites. Jeanne Kalogridis consegue de forma magistral mostra-nos a história verdadeira da Itália renascentista, através da vida de uma mulher nascida na época errada que mostrou uma força surpreendente num mundo dominado pelos homens, na segunda metade do século XV.
Filha do duque de Milão e mulher do conivente conde Girolamo Riario, Catarina Sforza foi a guerreira mais corajosa do Renascimento italiano.
Governou os seus territórios, travou as suas lutas e teve sempre os amantes que lhe apeteceu, sem consequências até ter um caso com Rodrigo Bórgia.
A sua história notável é contada pela dama de companhia, Dea, uma mulher conhecida por ler as cartas de sorte, as antecessoras do tarô dos nossos dias.

Enquanto Dea tenta descobrir a verdade sobre o assassínio do marido, Catarina, sozinha, rechaça os invasores que tentarão roubar-lhe o título e as terras.
No entanto, Dea lê as cartas e estas revelam que Catarina não pode fazer frente a um terceiro e último invasor: nada mais, nada menos do que César Bórgia, filho do corrupto papa Alexandre VI, que tem umas velhas contas a ajustar com Catarina. Encurralada na fortaleza de Ravaldino enquanto os canhões de Bórgia  atingem as muralhas, Dea passa em revista o passado escandaloso e os combates de Catarina para compreender o destino de ambas, e Catarina tenta corajosamente aniquilar o exército inexpugnável de Bórgia.

Sobre a autora:
Jeanne Kalogridis vive com o companheiro na Carolina do Norte, onde ambos partilham uma casa com dois cães. É autora de The Bórgia Bride, Mona Lisa, The Devil’s Queen, obras elogiadas pela crítica, e de muitos outros romances fantásticos e históricos.


Título: A Guerra dos Tronos Vol. 3
Autor: George R. R. Martin
N.º de Páginas: 192
PVP: 17,76€
Disponível a 16 de Abril



JÁ LEU OS LIVROS.
JÁ VIU A SÉRIE.
AGORA, DESFRUTE DA BD.

Chega agora mais um livro da aclamada série da adaptação em banda desenhada de A Guerra dos Tronos, a terceira parte da saga best-seller em todo o mundo, que conta com quatro volumes.
George R. R. Martin junta-se ao conhecido romancista Daniel Abraham e ao ilustrador Tommy Patterson para dar uma nova vida à obra-prima da fantasia heróica A Guerra dos Tronos, como nunca foi visto em graphic novels a cores, dando uma visão única do mundo idealizado por Martin.
George R. R. Martin trabalhou dez anos em Hollywood como escritor e produtor de diversas séries e filmes  de grande sucesso.
Autor de muitos best-sellers, foi em meados dos anos 90 que começou a sua mais famosa obra: A Guerra dos Tronos, que se tornou na saga de fantasia mais vendida dos últimos anos.

Sobre o autor:
Nasceu em 1948, em New Jersey. Trabalhou dez anos em Hollywood como argumentista e produtor de diversas séries e filmes de grande sucesso. Em meados de anos 90 que começou a sua obra mais famosa, As Crónicas de Gelo e Fogo. Com cinco volumes já publicados, é o maior sucesso do escritor e a saga de fantasia mais vendida dos últimos anos.
A primeira obra da colectânea, A Guerra dos Tronos, publicada em 1996, foi adaptada para formato televisivo, pelo canal norte-americano HBO, em 2011. Além da série de televisão, os livros de George R. R. Martin foram adaptados para um grande número de formatos, como jogos de computador ou livros de banda-desenhada.
George R.R. Martin é tido como um dos escritores de literatura fantástica de maior sucesso da actualidade, considerado pela revista Time como um dos 100 homens mais influentes do mundo.
O autor tem as suas obras traduzidas em 20 línguas e cerca de 15 milhões de livros vendidos em todo o mundo.




Sem comentários: