sexta-feira, 28 de março de 2014

Porto Editora publica o livro revelação sobre Edward Snowden

Título: Os Ficheiros Snowden
Autor:
Luke Harding
Tradução: Carlos Sousa de Almeida
Págs.: 280
PVP: 17,70 €

4 de abril é o dia em que chega a Portugal, numa edição da Porto Editora, Os Ficheiros Snowden, o livro de Luke Harding sobre o homem que despoletou a polémica e a suspeita global sobre a segurança e a privacidade de todos os cidadãos. Esta história, verídica e tão entusiasmante como um bom romance de espionagem, revela todo o percurso de Edward Snowden, desde que divulgou ao The Guardian as suas informações sobre a Agência de Segurança Nacional americana, em Hong Kong, até ao seu exílio na Rússia, onde está ainda hoje.
A perseguição de que Snowden foi vítima, o controlo americano sobre os cidadãos de todo o mundo e as escutas ilegais a altos representantes do Brasil, França, Alemanha e Indonésia são alguns dos assuntos tratados neste livro, onde também se faz referência a Portugal, aquando da passagem aérea de Snowden pelo país.

Sinopse:
Tudo começou com um e-mail: «Sou um alto funcionário dos serviços secretos…»
O que se seguiu transformou-se na mais impressionante fuga de informação alguma vez testemunhada pelo mundo moderno. As consequências abalaram líderes de inúmeras nações: de Obama a Cameron, aos presidentes do Brasil, França e Indonésia, passando pela chanceler alemã. Edward Snowden, um jovem génio informático a trabalhar para a Agência de Segurança Nacional americana (NSA), ousou tornar público o programa secreto de espionagem mundial. Levado a cabo com o beneplácito do governo dos Estados Unidos da América, esse plano é defendido como sendo essencial à vigilância de eventuais atos terroristas.

No entanto, para o cidadão comum trata-se de um feroz atentado à privacidade.
Desde logo, urgia pensar nas motivações de Snowden e nas consequências que a sua revelação teria a nível mundial. Este trabalho, apresentado pelo premiado jornalista do The Guardian Luke Harding, dá a conhecer todos os pormenores do caso Snowden: o dia em que este abandona a namorada no Havai e parte para Hong Kong com quatro computadores carregados de informações secretas, as semanas posteriores à divulgação do programa da NSA e a procura incessante de asilo político. Agora, em Moscovo, Edward Snowden enfrenta as acusações de espionagem por parte dos Estados Unidos da América e um futuro incerto no exílio.

Sobre o autor:
Luke Harding é jornalista, escritor e correspondente premiado do jornal britânico The Guardian. Fez a cobertura das guerras no Afeganistão, Iraque, Líbia e Síria. De 2007 a 2011 foi diretor da delegação do The Guardian em Moscovo, tendo sido expulso do país num gesto sem precedentes desde a Guerra Fria.
Autor de outros três livros vive atualmente em Hertfordshire, no Reino Unido.

Imprensa:
As revelações de Snowden (…) ultrapassam em muito o relatório do Departamento de Estado inicialmente divulgado por Julian Assange. Os seus ficheiros não são apenas altamente confidenciais e sigilosos como revelam a arquitetura íntima e as ligações profundas da mais secreta instituição do pós-guerra. The Financial Times
A saga de Edward J. Snowden (…) lê-se como um romance de Le Carré com laivos kafkianos. The New York Times
Quem precisa de romances de espionagem quando a realidade é mais estranha do que a ficção? New York Daily News
Sem a coragem e a resolução de um homem, milhões de pessoas ficariam sem saber dos abusos secretos de poder por parte dos serviços secretos. Esta é a história da nossa era, brilhantemente contada. Vanity Fair


Sem comentários: