segunda-feira, 3 de março de 2014

Novidades Planeta para Março

NÃO FICÇÃO NACIONAL

Título: Dicionário de Insultos
Autor: Sérgio Luís de Carvalho
N.º de Páginas: 216
PVP: 16,65€
Nas livrarias a partir de 05 de Março

O primeiro dicionário do género que dá a conhecer a história e a origem de mais de quinhentos insultos que todos nós conhecemos, melhor ou pior.

A vida não anda fácil e a vontade de insultar é muita? Pois faça-o com estilo, faça-o com arte e conhecimento. Porque insultar bem é uma arte. Alguns dos insultos descritos neste livro já os proferimos,  em voz alta ou à sorrelfa; de outros já fomos alvo.
Alguns, de tão elaborados, nem dão jeito proferir. Se o leitor não acredita, experimente chamar iconoclasta ou sevandija a alguém. Outros são comuns, brejeiros, reles mesmo. Perdem em elegância o que ganham em javardice.
O facto de resultarem, diz bem da decadência a que chegou a nobre e vetusta arte de achincalhar o próximo. São insultos que estão ao nível daquele provérbio árabe que afirma que até os coelhos são capazes de insultar um leão morto. Neste livro falamos de todos eles. Ou enfim, se não de todos, pelo menos de muitos, dos mais acutilantes aos mais arredondados. E também explicamos a origem de algumas expressões que, aplicadas a alguém, são injuriosas; afinal dizer de outrem que anda à gandaia ou que está com a careca à mostra em nada a abona a seu favor...

Por que vale a pena ler este livro
. Pode insultar com classe e de forma certeira.
. É de utilidade social, pois ao insultar evita a violência física.
. Aumenta e melhora o nosso vocabulário de insultos, e por isso insultar deixa de ser monótono e sempre igual.

Sobre o autor:
Sérgio Luís de Carvalho nasceu em Lisboa em 1959. Licenciado em História e com um mestrado em História Medieval, tem até ao momento mais de 30 livros publicados em várias áreas: estudos históricos, livros infanto-juvenis e romances.
Na Planeta publicou, até à data, o romance O Destino do Capitão Blanc (2009), os livros para os mais novos O Caminho dos Reis de Portugal (2011), O Caminho dos Presidentes da República (2011) e A Minha Primeira História de Portugal (2012) e os livros de pesquisa e divulgação cultural e histórica Nas Bocas do Mundo – Uma viagem pelas histórias das expressões portuguesas (2010) e O Rei Embevedado de Amor, a Rainha Pé de Cabra, as Amantes Feiticeiras do Rei que Casou com a Cunhada e outras 208 histórias bizarras, trágicas e curiosas dos nossos reis e rainhas
Visite o site do autor em: www.sergioluisdecarvalho.com 

NÃO FICÇÃO ESTRANGEIRA
Título: Bíblia - Diálogo Vigente
Autores: Jorge Mario Bergoglio, Abraham Skorka, Marcelo Figueroa
N.º de Páginas: 296
PVP: 16,90€
Nas livrarias a partir de 05 de Março

Um livro único, fruto de mais de trinta encontros televisivos que Jorge Mario Bergoglio manteve, durante quase dois anos e meio, com o rabi Abraham Skorka e o bíblico protestante Marcelo Figueroa, na televisão argentina.



Dessas conversas luminosas e intensas, desse intercâmbio inter-religioso entre três amigos notáveis de credos diferentes, surgiu uma série de programas de televisão, transmitidos em Buenos Aires, no Canal 21 del Arzobispado, que foi premiado entre outros galardões, com o famoso Martín Fierro. Um livro de referência.
Vibrante, emotivo, lúcido e espiritual. Tendo por base a Bíblia, estes diálogos dão-nos uma visão moderna e única do pensamento do papa Francisco sobre variados assuntos: da esperança à solidariedade, passando pelo sofrimento, a verdade, a violência, o fanatismo, o sentido da vida, os medos, a família, a velhice, a dignidade, a razão e a relevância da fé nos tempos que correm.

«Este não é apenas um livro sobre um programa de televisão. Espero que tenha para todos o mesmo significado que tem para mim, um documento literário de um feito literário histórico e irrepetível, o único ciclo da televisão mundial que teve um papa como participante (…)» Marcelo Figueroa, compilador, in Prólogo


Através de longas e esclarecedoras conversas com o amigo e rabino Abraham Skorka, o novo papa partilha a sua visão do mundo e o futuro da religião e assume as suas opiniões sobre os principais temas da actualidade, mesmo os mais polémicos.
O novo líder da Igreja Católica revela ainda a sua posição, frontal e sincera, sobre a política e o poder, o comunismo e o capitalismo, o dinheiro, o Holocausto e o conflito israelo-árabe.

«Que acontece à volta desta mesa? É reunirmo-nos para falar de coisas religiosas, através das nossas atitudes? É jogar às visitas para sermos civilizados? Estamos a afirmar em público, enquanto cristãos, que a nossa identidade não se compreende sem a ligar à identidade judaica. Daí que o anti-semitismo seja uma monstruosidade para um cristão. 
 «A prova que os cristãos estão incluídos e não são superiores, embora afirmemos que o Messias já veio e vocês continuam a esperá-lo, mas os dois esperamos, nós que volte e vós que venha e isso não nos torna maiores. Creio que estamos a dar um sinal, um exemplo do que é incluir-nos mutuamente no caminho da eleição que Deus nos tem.» Jorge Mario Bergoglio Papa FRANCISCO

«Em suma, três religiões em consonância para construírem, em relação a um tema em particular, alguns acordos que ultrapassavam as visões e posições de cada um de nós. Do mesmo modo, as nossas diferenças doutrinais e confessionais, que nunca foram negadas ou escondidas, deviam permitir-nos aprender com elas e considerá-las oportunidades de conhecimento e encontro e não pretexto para obsessões e divisões. (…)
«(…) Notará o leitor que, em geral, se privilegiam histórias pessoais com o cardeal Jorge Mario Bergoglio que me serviram ou surgiram como fontes de inspiração às questões introduzidas. O meu desejo e confiança, que me permito dizer serem também partilhadas pelo papa Francisco e pelo rabi Skorka, é que, a quem mergulhe na leitura destas páginas, estas lhe façam bem à alma, que produzam nele ou nela o desejo de continuar e aprofundar os debates apresentados e abram na sua mente e no seu coração caminhos novos por onde transitem temas actuais, à luz da Bíblia.»
Marcelo Figueroa, compilador, in Prólogo


Sobre os autores:
JORGE MARIO BERGOGLIO nasceu em Buenos Aires a 17 de Dezembro de 1936. Em 1969 foi ordenado sacerdote, e em 1992, bispo auxiliar de Buenos Aires.
Em 1998 arcebispo de Buenos Aires e, desde 2001, bispo titular de Auca e primaz da Argentina. Também foi presidente da Conferencia Episcopal Argentina. A 13 de Março de 2013, o Conclave Cardinalício elege-o o 266.º papa da História. Adoptou o nome Francisco. É o primeiro pontífice latino-americano e o primeiro jesuíta.
ABRAHAM SKORKA nasceu em Buenos Aires a 5 de Julho de 1950. Doutor em Ciências Químicas (UBA), rabi, professor de Bíblia e Literatura Rabínica no Seminario Rabínico local e no Jewish Theological Seminary of America, professor honorário de Direito Hebreu (USAL). Criador das cátedras de Direito Hebreu na USAL e UBA. É reitor do Seminario Rabínico Latino-americano e rabi da Comunidade Benei Tikva. Em 2012, a Universidad Católica Argentina agraciou-o com o doutoramento honoris causa.
MARCELO FIGUEROA nasceu em Buenos Aires a 30 de Março de 1957. Licenciado em Contabilidade (UBA). Membro da Iglesia Presbiteriana San Andrés. Ex-director da Sociedad Bíblica Argentina e membro das Sociedades Bíblicas Unidas. Conferencista, biblista e teólogo protestante. Autor denumeros os artigos  relacionados com a Bíblia e o diálogo ecuménico. Referência evangélica no diálogo ecuménico argentino.Interlocutor e produtor do programa de televisão Bíblia. Diálogo Vigente.


FICÇÃO ESTRANGEIRA
Título: A Partir deste Momento - Os Sullivan
Autor: Bella Andre
N.º de Páginas:  200
PVP: 14,95 €
Disponível a 5 de Março

O segundo livro de uma série onde o sexo e a paixão estão ao virar de cada página.

A autora best-seller do The New York Times e USA Today, com mais de um milhão e meio de exemplares vendidos, narra nesta saga, e em cada livro, a história de cada um dos sete irmãos da família Sullivan.
Este romance, vencedor do Award of Excellence é é tão quente que vai derreter a sua imaginação.

Marcus Sullivan é o irmão mais velho responsável, há trinta e seis anos, desde a morte do pai, pelos sete irmãos, mas quando o seu futuro perfeito não passa, afinal, de uma mentira, decide afogar as mágoas numa noite estouvada.
Nicola Harding é conhecida por um único nome – Nico – devido às canções sensuais e arrebatadoras, só que ninguém sabe que a sua imagem de ingénua é falsa. Após a traição de um homem que gostava mais da fama do que dela, a cantora de vinte e cinco anos decide que nunca mais ninguém a magoará ou descobrirá quem é na realidade, em especial o belo estranho que conhece num nightclub apesar da fome e das promessas pecaminosas que lê nos olhos escuros, que lhe dão vontade de lhe revelar todos os segredos.
Nicola e Marcus decidem partilhar apenas uma noite, mas descobrem que se sentem atraídos e, apesar de não quererem, as emoções cada vez maiores e a atracção escaldante aproxima-os cada vez mais, ao ponto de se perguntarem se lhes basta uns momentos de união.

«Uma história sensual, com um argumento inebriante.» Publishers Weekley
«Bella Andre escreve romances quentes, sensuais e modernos. Ler cada um deles é realmente um prazer.» Maya Banks, autora best-seller do The New York Times

Sobre a autora:
Bella Andre tem um bacharelato em Economia pela Universidade de Stanford. Trabalhou como directora de marketing, mas sempre gostou de escrever. É autora de vários romances eróticos de grande êxito.
Vive no Norte da Califórnia com o marido e os filhos.
Descubra mais no seu sítio na internet: www.bellaandre.com

Título: Uma Família Feliz
Autor: David Safier
N.º de Páginas: 280
PVP: 16,95€
Disponível a 5 de Março



O novo e divertidíssimo romance do mesmo autor que fez rir mais de um milhão de leitores com Maldito Karma e Jesus Amam-me.

Tudo pode acontecer quando uma bruxa transforma uma família nos monstros em que iam mascarados a uma festa.

LER SEM MODERAÇÃO EM DIAS MUITO, MESMO MUITO MAUS!

Um romance hilariante, que é uma sátira ácida e impediosa que nos mostra como muitas vezes não damos valor ao que temos enquanto não o vemos com outros olhos.
Safier anima o leitor em cada linha, consegue que se ria e se divirta imenso. O livro está escrito com uma comicidade magnífica e a transbordar de jogos de palavras. A família Von Kieren é tão extraordinariamente  cómica e tão normal que o leitor compreenderá os seus problemas, mas também está sempre a rir-se deles.
A família Von Kieren está à beira do caos. A livraria da mãe, Emma, está na falência; o pai trabalha demasiado; a filha adolescente não consegue passar a uma única disciplina e o filho mais novo é humilhado pela rapariga de quem gosta.
Para cúmulo, depois de uma festa, uma bruxa enfeitiça os Von Kieren e condena-os a converterem-se nas personagens de que estão mascarados: de repente tornam-se uma vampira, um monstro, uma múmia e um lobisomem.
Para quebrar o feitiço, este singular quarteto partirá atrás da bruxa ao longo de meio mundo. E no caminho encontrarão muitos monstros autênticos: vampiros, lagartos gigantes e turistas alemães em excursão. Mas por muito que procurem, os Von Kieren não poderão deixar de ser monstros enquanto não voltarem a acreditar na felicidade familiar.

O que diz a crítica:
«David Safier volta a recorrer aos seus truques de magia… faz com que aconteçam coisas incríveis e comove os seus leitores. Arranca-nos um sorriso praticamente em todas as páginas.» Buchwurm
«Ninguém escreve como David Safier… O autor de Maldito Karma regressa com uma sátira de transformação, que aponta impiedosamente e com acerto para a realidade da vida familiar. É que ao fim de poucas páginas torna-se mais claro do que a água: em todas as famílias há monstros como estes.»
Buch Journal
«Com a sua nova obra, Safier demonstra que é um mestre do exagero sem contemplações.» Schweriner Volkszeitung

Sobre o autor:
Nasceu em Bremen, em 1966 e é nesta cidade que vive e trabalha. Conhecido guionista de séries de êxito de televisão, como Mein Leben und Ich (A Minha Vida e Eu), Nikola e Berlim, Berlim, foi galardoado com o Prémio Grimme e com o Prémio TV da Alemanha, e com um Emmy, nos Estados Unidos. Maldito Karma  (Planeta, 2011) o seu primeiro romance, foi um êxito internacional, que vendeu mais de um milhão e quinhentos mil exemplares na Alemanha e está já publicado em várias línguas. Em Portugal, em poucos meses chegou às cinco edições. Na Alemanha, um ano depois da sua publicação, permanecia na lista dos  mais vendidos, com um outro romance Jesus Ama-me (Planeta, 2012).

Sem comentários: