segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Submundo - Robert Finn [Opinião]

Título: Submundo
Autor: Robert Finn
Colecção: Contemporânea
Preço: 11.90€
Pp.: 144

A prequela do Perito…

Quando se é ladrão, é difícil conhecer a rapariga certa. E, quando isso acontece, há sempre alguma coisa a atrapalhar. Como ficar preso no Metro, apanhado no meio de um tiroteio, perseguido pela polícia e só com um assassino com poderes sobrenaturais para nos proteger. E, se se conseguir sobreviver a tudo isso, ainda é preciso convencê-la a dar o seu número de telefone.
Submundo é um policial curto, terno, tenso, que se desenrola ao ritmo de um comboio de alta velocidade.

A minha opinião:
Passado todo ele no Metro de Londres, Submundo, (que antecedeu aos livros O Perito e Ex Machina que colocaram Robert Finn num dos escritores mais reconhecidos pelos leitores de policiais), é um livro com um ritmo alucinante que prende qualquer um à sua narrativa.
A história baseia-se sobretudo em Clipper, um ladrão jovem que já está farto da vida que leva, sobretudo depois que o seu amigo e mentor desapareceu sem deixar rasto. No metro descobre uma deslumbrante mulher que o deixa a pensar na sua vida futura. Os seus caminhos cruzam-se inesperadamente quando dois falsos polícias perseguem um homem até dentro de um metro. Apesar de não serem alvo da perseguição dos dois indivíduos, esta vai levá-los a uma experiência de vida ou morte.
Apesar de deixar algumas pontas soltas, é notável todo o contexto criado à volta das personagens, faz com que desejasse ler um pouco mais do livro ou então que o autor criasse uma sequela deste. Bom.

Sem comentários: