sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

e depois do amor - Ray Kluun [Opinião]


Título: e depois do amor
Autor: Ray Kluun
Título Original: De Weduwnaar
Tradução: Miguel Romeira
Páginas: 304
Colecção: Vidas d' Escritas n.º 13
PVP: 16,90€

Sinopse:
Após a morte prematura da mulher, Dan entra numa espiral descendente e autodestrutiva. Abandona o trabalho e entrega-se ao álcool e à vida boémia de Ibiza e Amesterdão. É só quando bate no fundo que Dan compreende que tem de alterar drasticamente o rumo da sua vida e investir na relação com Luna, a filha de três anos. Juntos, fazem uma longa viagem de autocaravana pela Austrália que se revelará fundamental para a sua aproximação. Despretensioso e divertido, este romance autobiográfico, que é a sequela de Love Life – de Coração Aberto, toca-nos profundamente pela empatia que nos suscita o protagonista, um pai viúvo que procura a todo o custo recuperar o controlo da sua vida.

A minha opinião:
Apesar de “e depois do amor” ser uma sequela do bestseller “Love Life – De coração aberto”, o novo livro de Ray Kluun editado pela Presença, conseguiu-se ler perfeitamente até porque o autor tem o cuidado de enquadrar os leitores, fazendo um pequeno resumo daquilo que foi a sua vida aquando do diagnóstico de cancro na sua mulher, Carmen.
Após a morte de Carmen, Dan, o seu marido, entrega-se a uma vida de boémia, com álcool, drogas e sexo, relegando para segundo plano a sua filha de três anos Luna. Até para mim, como leitora foi difícil aceitar o rumo que a vida de Dan estava a levar. Infiel desde o início do casamento com Carmen, Dan vê-se liberto para poder dar asas ao que sempre gostou de fazer: sexo, sem quaisquer ligações emocionais. No entanto, com a morte da sua mulher, que apesar de tudo amava, Dan entra numa teia de emoções tal que, para fugir ao luto que sente, decide partir para Ibiza com uns amigos que conhece recentemente, deixando a sua filha, que prometeu tratar e cuidar, com a avó.
Mas eis quando vê a notícia do atentado às Torres Gémeas e cai finalmente em si. É ao lado da sua filha que quer e deve realmente estar. No entanto, não é na sua terra natal que nesse momento se sente bem. Então, numa viagem pela Tailândia e pela Austrália descobre os valores da vida, o que realmente interessa valorizar e, também o amor. Esta é uma viagem de introspecção, de conhecimento, tanto de si como do seu pequeno rebento, e do amor que sente pela mulher que esteve sempre ao seu lado, mesmo quando ainda era casado com Carmen.
Apesar de não ser um livro genial deu-me muito prazer lê-lo.

2 comentários:

Diana disse...

Últimas horinhas (até às 23h59 de hoje) para participar no super passatempo duplo da Presença:

http://refugio-dos-livros.blogspot.com/2010/12/o-refugio-dos-livros-em-colaboracao-com.html

Participem :D

Diana - Refúgio dos Livros

Bruxa do 203 disse...

Que blog lindo! Estou sempre procurando dicas de livros. Adorei!