terça-feira, 25 de abril de 2017

Luis Sepúlveda regressa ao romance com "O Fim da História"

Título: O Fim da História
Autor: Luis Sepúlveda
Tradutor: Helena Pitta
Págs.: 176
PVP: 14,40 €

Oito anos depois de A Sombra do que Fomos, Luis Sepúlveda regressa ao romance com O Fim da História, que a Porto Editora publica a 4 de maio. A 10 e 11 de junho, o escritor passará por Lisboa para se reencontrar com os leitores na Feira do Livro.
Neste novo livro, Sepúlveda oscila entre a atualidade e os anos tensos do Comunismo Soviético, procurando desmascarar os perpetradores de crimes contra a Humanidade durante a ditadura chilena de Pinochet, e denunciar a tortura do regime e a luta armada que se seguiu à morte de Salvador Allende.
Recuperando o protagonista de Nome de Toureiro (Porto Editora), apresenta-nos ainda uma história de resistência, amor e perseverança deste ex-guerrilheiro, Juan Belmonte, e de Verónica, a sua companheira.

Sinopse:
Juan Belmonte, protagonista que já conhecemos em Nome de Toureiro, vive com a sua companheira, Verónica, no extremo sul do Chile. Ambos tentam escapar à sombra do que foram: ele, um guerrilheiro feito de muitas lutas por todo o continente americano; ela, uma dos milhares de vítimas torturadas na infame Villa Grimaldi, durante a ditadura de Pinochet.
Agora, uma voz do passado faz soar um alarme que é também uma chantagem. Um grupo de mercenários acaba de partir para Santiago a fim de resgatar Miguel Krassnoff, o mais cruel dos criminosos da ditadura do país que o acolheu e, simultaneamente, herdeiro do último comandante dos Cossacos – timoneiro ideal para a criação de um estado Cossaco independente dentro da Rússia. Belmonte terá de sabotar a missão deste comando, mas também ele tem uma palavra a dizer quanto ao destino reservado a Krassnoff, o único que torturava de cara descoberta…

Sobre o autor:
Luis Sepúlveda nasceu em Ovalle, no Chile, em 1949.
Da sua vasta obra (toda ela traduzida em Portugal), destacam-se os romances O Velho que Lia Romances de Amor e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar. Mas Mundo do Fim do Mundo, Patagónia Express, Encontros de Amor num País em Guerra, Diário de um Killer Sentimental ou A Sombra do que Fomos (Prémio Primavera de Romance em 2009), por exemplo, conquistaram também, em todo o mundo, a admiração de milhões de leitores.
Em 2016 foi galardoado com o Prémio Eduardo Lourenço.


Sem comentários: